A Só Barroso aceitou o desafio do CLIB e voluntariou-se para ajudar na distribuição de refeições

Desde o início da pandemia que o CLIB está a oferecer refeições à população mais carenciadas e a Só Barroso juntou-se a esta iniciativa.

São centenas de voluntários que aceitaram, de coração aberto, o desafio que lhes lançou o CLIB - Colégio Internacional de Braga (The Braga International School) de assegurar as duas principais refeições diárias de idosos e desfavorecidos, que ficaram sem qualquer apoio face à pandemia Covid- 19. Ao todo, de segunda-feira a domingo são confecionadas, na cantina do CLiB, e posteriormente distribuídas por esta rede de voluntários, 400 refeições. 

A diretora do CLIB, Helena Pina Vaz, refere ao Diário do Minho, que a ideia surgiu depois de ter recebido uma carta da Refood Braga, informando que iriam encerrar. Com uma cozinha equipada, mas sem funcionar uma vez que a instituição de ensino se encontra fechada, Helena Pina Vaz resolveu disponibilizar o espaço, lançando à comunidade o desafio de assegurar as refeições dos que ficaram desprotegidos.

As respostas foram imediatas e surgiram dos mais diversos ângulos, desde desconhecidos, que responderam afirmativamente ao apelo, aos refugiados acolhidos pelo CLIB, até aos pais dos alunos. O colégio alocou ainda funcionários da instituição, que mantêm as instalações abertas e e estão disponíveis para apoiar nas tarefas e na recolha de donativos.

Com a retoma das aulas no início de maio, esta cozinha solidária teve de mudar de instalações para devolver a cantina ao colégio. “Surgiu agora a necessidade de mudar de espaço, onde nestas duas últimas semanas tivemos a procurar um espaço alternativo para a cantina ser devolvida ao colégio. Depois de alguns contactos, encontrámos esta cozinha no Centro Paroquial. Fizemos um protocolo com a Paróquia de Gualtar e mudámo-nos para aqui. Todos os contactos e todas as entregas de donativos podem continuar a ser feitos através do telefone fixo do colégio ou às organizações onde os casos devem vir sinalizados. O projeto nasceu no CLIB, mas agora é uma iniciativa de mais de 200 pessoas que estão ligadas a ele, e queremos que seja de Braga e não estar locado a um grupo”, concluiu Helena Pina-Vaz.

Atualmente, o CLIB contabiliza 400 refeições diárias para quem não tem apoios. Quem quiser juntar-se a esta missão de ajuda ao próximo, pode fazê-lo através dos contactos do colégio ou deslocar-se ao Centro Paroquial de Gualtar.

27 de julho de 2020
Newsletter