Só Barroso - Automóveis de qualidade

Chineses criam carro conduzido com o poder da mente [vídeo]

Equipa de investigadores desenvolve o primeiro carro que não precisa de qualquer movimento do condutor para ser conduzido

11 dezembro 2015

No futuro talvez os volantes dos carros já não sirvam para nada. Uma equipa de investigadores chineses desenvolveu o primeiro carro conduzido através da mente, que promete andar para a frente e para trás, trancar e destrancar o veículo, avançar e parar sem ter de ser preciso qualquer movimento.

O grupo de investigadores da Universidade Nankai passou dois anos a desenvolver o protótipo do carro, que, para circular, necessita apenas de um equipamento que se coloca em torno da cabeça para medir os sinais cerebrais.

O dispositivo tem 16 sensores que captam as correntes elétricas do cérebro do condutor, como um eletroencefalograma. De acordo com a Reuters, o equipamento consegue selecionar os sinais relevantes e traduzi-los em comandos para o veículo.

“Os sinais são captados pelo dispositivo e são transferidos, através de um sistema wireless, para um computador. O computador processa os sinais para categorizar e reconhecer as intenções das pessoas, que depois traduz num comando para o carro”, explicou o investigador Zhang Zhao.

Os cientistas acreditam que brevemente vai ser possível combinar esta tecnologia com os carros que não necessitam de condutor, como por exemplo o da Google.

“O desenvolvimento de carros que não necessitam de ser conduzidos podem trazer-nos benefícios, uma vez que conseguimos perceber melhor as funções que se relacionam com o controlo cerebral com a ajuda das plataformas destes carros sem condutor”, disse o professor Duan Feng, à agência noticiosa.

Os investigadores também acreditam que não há motivo para preocupações no que respeita a acidentes provocados por possíveis distrações, porque, segundo os mesmos, a concentração é unicamente necessária quando é preciso movimentar o veículo, ao mudar de faixa ou a virar.

A equipa acrescentou que a ideia do automóvel surgiu para ajudar os condutores com deficiências motoras.

Por agora, o protótipo consegue apenas andar para a frente e para trás e ainda não há planos para a produção do veículo, mas o projeto já chamou a atenção da manufatureira automóvel chinesa Great Wall Motor.

Fonte: TVI24