Só Barroso - Automóveis de qualidade

Ford e Amazon aliam-se para ligar carros a casas inteligentes

As duas empresas querem que os consumidores possam abrir a porta da garagem ou ligar o ar-condicionado de casa enquanto conduzem, usando a voz. Ou que possam controlar o nível do óleo e do combustível, a partir do sofá.

09 janeiro 2016

A Ford quer que os condutores possam, a partir dos seus carros, controlar as luzes, os aparelhos de climatização ou os sistemas de segurança das respetivas habitações. Ou aceder à metereologia, a notícias ou à lista de compras através da voz. E que, em casa, consigam interagir com os seus automóveis.

Para isso, a fabricante automóvel fez uma parceria com a Amazon que permitirá conectar os veículos que já estão ligados à internet através do dispositivo Sync ao Amazon Echo, pela empresa de comércio online para controlar ‘casas inteligentes’ através de comandos de voz.

Lançado em 2014, este sistema de mãos-livres está centralizado no Alexa. E é capaz de responder a perguntas sobre meteorologia ou notícias, enumerar as tarefas e compromissos do utilizador ou pôr a funcionar os objetos inteligentes existentes em casa.

O objetivo é que, por exemplo, confortavelmente sentado no sofá, o condutor possa verificar os níveis de óleo e de combustível do seu automóvel, ver a autonomia da bateria, ligá-lo ou desligá-lo e até localizá-lo. Ao contrário, enquanto conduz, poderá solicitar que a porta da garagem seja aberta, que se acendam as luzes da entrada, ou que a casa fique com determinada temperatura. Mas também ter acesso a informações sobre o tempo, sobre a sua agenda ou até à sua lista de compras, usando apenas a voz.

A parceria foi anunciada na maior feira de tecnologia, a CES, que decorre em Las Vegas. E as novas funcionalidades deverão estar integradas e disponíveis no final deste ano.

"Os consumidores querem cada vez mais estar ligados às suas casas enquanto estão em movimento", explica Don Butler, diretor executivo da Ford. "Ligar dispositivos inteligentes como o Amazon Echo e o Wink aos veículos através do SYNC vai responder a esse desejo. E permitir aos consumidores conectarem-se aos seus veículos mesmo que não estejam ao volante", acrescenta.

A fabricante norte-americana contabiliza que atualmente haja 15 milhões de veículos equipados com o SYNC em todo o mundo. Deverão chegar aos 43 milhões, em 2020.

A Ford está também a trabalhar para compatibilizar a sua tecnologia com a da Wink, a plataforma que junta os aparelhos domésticos inteligentes de várias companhias, de forma a facilitar o controlo através do painel do carro ou da voz.

Fonte: Negócios