Só Barroso - Automóveis de qualidade

Mercado de veículos elétricos não arranca

Um estudo realizado nos Estados Unidos revelou que desde 2013 a percentagem de clientes interessados num veículo elétrico estagnou, fenómeno que é refletido também na performance destes automóveis no mercado

31 agosto 2015

Carros Elétricos

Foi apresentado um estudo efetuado nos Estados Unidos para aferir o progresso alcançado pelos carros elétricos, uma investigação que descobriu que estas viaturas têm falhado no objetivo de atrair cada vez mais clientes para a “causa ambiental”. De acordo com as perspetivas de 2225 inquiridos, ao longo dos últimos três anos o interesse por carros elétricos “puros” e híbridos estagnou, apesar da expansão da oferta no mercado. Estes dados têm também um reflexo imediato na performance destes automóveis no mercado, já que desde 2012 que o volume destes modelos tem permanecido estável numa quota de 3% do mercado americano. Apesar de na Europa as vendas de automóveis elétricos terem vindo a subir, a verdade é que esta alternativa continua também a representar valores residuais nas vendas das marcas, cerca de 4% do total.


As respostas ao inquérito revelam que, tal como em 2013, 48% dos condutores ponderaria adquirir um automóvel híbrido tradicional, valor que desce para os 29% quando falamos em híbridos de Plug-in. Já os veículos totalmente elétricos são considerados atrativos apenas por 21% dos condutores, o que representa um aumento de apenas 2% nos últimos três anos. O perfil dos compradores destas alternativas são, essencialmente, pessoas jovens e do sexo masculino. As principais razões apontadas para não comprar um automóvel com motorização alternativa são a autonomia e preço, com a investigação a indicar também que o interesse por veículos elétricos e híbridos vai descendo progressivamente nos grupos etários com mais idade.

Fonte: Turbo