Só Barroso - Automóveis de qualidade

Miguel Oliveira vence Grande Prémio de Aragão em Moto3

O português Miguel Oliveira (KTM) venceu, este domingo, a corrida de Moto3 do Grande Prémio de Aragão, em Alcañiz, Espanha, 14.ª prova do Mundial de velocidade.

28 setembro 2015

Piloto português Miguel Oliveira festeja vitória

Piloto português Miguel Oliveira festeja vitória                                                             MARCELO DEL POZO/REUTERS

Miguel Oliveira tinha iniciado a corrida deste domingo no segundo posto, atrás de Enea Bastianini (Honda).

Depois de Itália e Holanda, esta foi a terceira vitória da época de Miguel Oliveira, que no próximo ano será "promovido" à categoria de Moto2, escalão intermédio, ao serviço da Leopard Racing.

Com este triunfo, Miguel Oliveira subiu pela quinta vez ao pódio neste Mundial, à frente do espanhol Jorge Navarro (Honda) e o italiano Romano Fenati (KTM), segundo e terceiro classificados no circuito espanhol.

"Ontem [sábado] falhámos por um pouco de sorte a 'pole position' [segundo tempo da sessão], mas hoje, na corrida, consegui a vitória e estes 25 pontos são muito importantes para o campeonato", frisou Miguel Oliveira após a prova.

"Hoje a corrida correu bastante bem. Na realidade o fim de semana todo correu na perfeição, nunca terminando abaixo do 'top-3' em cada sessão", referiu o piloto português à sua assessoria de imprensa.

A última volta da corrida ficou também marcada pelas quedas, sem consequências, do britânico Danny Kent (Honda), líder do Mundial, do italiano Enea Bastianini (Honda) e do sul-africano Brad Binder (KTM).

Quando faltam quatro provas para o final do Mundial, Miguel Oliveira subiu ao terceiro lugar do Mundial de pilotos, agora com 159 pontos. Kent continua a liderar, com 234 pontos, seguido de Bastianini, com 179.

A próxima prova do Mundial, o Grande Prémio do Japão, disputa-se a 11 de outubro, no circuito de Motegui.

"Motegi é um circuito de que gosto bastante. Espero poder ter um bom 'setting' na mota para este circuito e divertir-me numa ronda de três corridas seguidas e ver o que acontece", concluiu Miguel Oliveira.

Fonte: JN