Só Barroso - Automóveis de qualidade

O Volvo Concept 26: a “arte de não conduzir” [vídeo]

A Volvo revela a sua mais recente inovação no ramo da condução autónoma, o Concept 26. A marca sueca quer devolver “o tempo às pessoas”.

20 novembro 2015

Todos sabemos que a monotonia do trajeto diário, geralmente com congestionamento de trânsito provoca stress, fadiga e geralmente desatenção do condutor. São, ao fim de um ano largas centenas de horas perdidas numa condução que de prazer terá muito pouco. A investigação da Volvo nesta área revelou ainda que as deslocações de longo curso – em autoestrada – são também consideradas monótonas e evitáveis se possível pelos condutores inquiridos.

Com isto em mente, a Volvo desenvolveu o Concept 26, nomeado para refletir o tempo médio do trajeto diário casa/emprego que é de 26 minutos – tempo que poderia ser gasto em algo mais significativo do que estar em “pára-arranca”. A intenção da Volvo é devolver este tempo e a liberdade de escolher o que fazer com ele ao condutor. Para desfrutar da experiência de condução quando quiser, ou para delegar a condução do automóvel quando preferir fazer algo distinto.

Conduzir, criar, relaxar

“Tudo gravita em torno das pessoas. A nossa pesquisa mostra claramente que algumas vão querer usar o seu tempo de forma criativa, outros vão querer simplesmente sentar e relaxar, ligar-se à media online, ver filmes ou ouvir música. O Concept 26 torna tudo isso possível, reinventando a experiência a bordo”, afirma Robin Page, vice-presidente de Design de Interiores da Volvo Cars.

O novo Concept 26 baseia-se num interior redesenhado e patenteado que se transforma consoante as necessidades do condutor distribuído por 3 modos: Conduzir, criar ou relaxar – uma nova plataforma de inovação adaptável às novas necessidades e tecnologias.

Quando o condutor decide delegar a condução do automóvel o volante retrai, o assento reclina e um grande display emerge do painel permitindo que o condutor aproveite o tempo como prefere. O Concept 26 apresenta uma mudança radical do conceito interior dos automóveis e fornece um novo espaço criado à medida dos desejos do condutor e passageiros. Entretenimento, informação, prestação de serviços, trabalho, usando a tecnologia que é agora uma parte natural de nossas vidas cotidianas, este será o futuro a bordo de um Volvo.

“Temos feito um enorme esforço para compreender os desafios e oportunidades que os automóveis autónomos trarão nos próximos anos, a nossa abordagem flexível permitida pela nova plataforma SPA (Scalable Architecture Product), significa que podemos facilmente tornar este projeto realidade”, afirma Peter Mertens, vice-presidente sénior para Pesquisa e Desenvolvimento do Volvo Car Group.

Fonte: RA