Carros Híbridos: O Guia Completo

Hoje em dia, há um número cada vez maior de carros híbridos usados ou novos no mercado, de utilitários a SUVs, e cada vez mais as preferências dos compradores estão mudar de carros convencionais a gasolina e diesel para um híbrido de um tipo ou outro.

O que são carros híbridos?

Um carro híbrido combina pelo menos um motor elétrico com um motor a gasolina para mover o carro, e o seu sistema recaptura energia por meio de travagem regenerativa. 

Às vezes, o motor elétrico faz todo o trabalho, às vezes é o motor a gás e às vezes trabalham em conjuntos. O resultado é menos gasolina usada e, portanto, melhor economia de combustível. 

Ao adicionar energia elétrica pode até melhorar o desempenho em certos casos.

Em todos os carros híbridos, a eletricidade vem de uma bateria de alta voltagem (separada da bateria convencional de 12 volts do carro) que é reabastecida pela captura de energia da desaceleração, que normalmente é perdida no calor gerado pelos travões dos carros convencionais.

Os híbridos também usam o motor a gasolina para carregar e manter a bateria. Os fabricantes usam diferentes designs de híbridos para cumprir diferentes missões, desde a economia máxima de combustível até manter o custo do veículo o mais baixo possível.

 

Procura Carro Usado? Encontre ainda hoje o seu aqui.

 

Como funcionam os carros híbridos?

Os carros híbridos já existem pelo menos há duas décadas em produção de série: os fabricantes japoneses lideraram o ataque, e o Honda Insight e o Toyota Prius foram lançados com meses de diferença no final dos anos 1990. 

A maioria dos carros híbridos tem um motor a gasolina devido ao seu relativo silêncio e refinamento, mas marcas como DS e Peugeot às vezes usam motores a diesel para níveis mais altos de economia de combustível em velocidades de autoestrada.

Em velocidades mais baixas, a maioria dos híbridos permite um curto período de condução totalmente elétrico, com o motor assumindo o controlo conforme a velocidade aumenta.

Dependendo do sistema, o motor elétrico desliga-se, voltando a funcionar sem problemas quando é necessária energia extra, como nas ultrapassagens.

A parte inteligente vem na eletrónica de controle de potência, que manipula as diferentes fontes de alimentação. A maioria dos carros faz isso na perfeição.

A maioria dos híbridos também usa uma caixa automática, e como tal não precisa de mudar de velocidade. Na maior parte dos casos vai encontrar caixa de transmissão continuamente variável (CVT), projetada para maximizar a economia e fornecer força de tração quando precisa acelerar rapidamente.

 

Componentes principais de um carro elétrico híbrido

  • Bateria (auxiliar): Num veículo de tração elétrica, a bateria auxiliar fornece eletricidade para ligar o carro antes que a bateria de tração seja ligada e também alimenta os extras do veículo.
  • Conversor DC / DC: Este dispositivo converte energia DC de alta tensão da bateria de tração em energia DC de baixa tensão necessária para acionar os extras do veículo e recarregar a bateria auxiliar.
  • Gerador elétrico: Gera eletricidade das rodas giratórias durante a travagem, transferindo essa energia de volta para a bateria de tração. Alguns veículos usam geradores motorizados que executam as funções de acionamento e regeneração.
  • Motor elétrico de tração: usando a energia da bateria de tração, este motor aciona as rodas do veículo. Alguns veículos usam geradores motorizados que executam as funções de acionamento e regeneração.
  • Sistema de escape: O sistema de escape canaliza os gases pelo tubo de escape. Um catalisador de três vias é projetado para reduzir as emissões do motor fora do sistema de escape.
  • Tanques de combustível: Através de um bico de distribuidor de alta pressão liga-se ao tanque no veículo para encher o respetivo.
  • Tanque de combustível (gasolina): Este tanque armazena gasolina a bordo do veículo até que seja necessária para o motor.
  • Motor de combustão interna: Nesta configuração, o combustível é injetado no coletor de admissão ou na câmara de combustão, onde é combinado com o ar, e a mistura ar / combustível é acesa pela faísca das velas de ignição.
  • Controlador de eletrónica de potência: Esta unidade gere o fluxo de energia elétrica fornecida pela bateria de tração, controlando a velocidade do motor elétrico de tração e o torque que ele produz.
  • Sistema térmico: Este sistema mantém uma faixa de temperatura operacional adequada do motor, motor elétrico, eletrónica de potência e outros componentes.
  • Pacote de bateria de tração: Armazena eletricidade para uso pelo motor elétrico de tração.
  • Transmissão: A transmissão transfere potência mecânica do motor e / ou motor elétrico de tração para movimentar as rodas.

 

como funcionam os carros hibridos
Tipos de carros híbridos

Paralelo Híbrido

Neste tipo de carros hibridos, que são o mais comum, o motor elétrico e o motor a gasolina estão ligados a uma transmissão comum que combina as duas fontes de energia.

Essa transmissão pode ser automática, manual ou continuamente variável (CVT). 

Uma transmissão híbrida muito popular é uma CVT de divisão de potência, que é usada pelo Toyota Prius e Chevrolet Volt. O tipo de transmissão e o tamanho do motor a gasolina são os principais fatores que determinam como um híbrido paralelo irá acelerar, soar e sentir.

As marcas que usam o design paralelo incluem Toyota, Lexus, Hyundai, Kia, Ford, Honda, Lincoln, Nissan e Infiniti.

Série Híbrida

Neste projeto, o motor elétrico fornece toda a impulsão, e nunca há uma conexão físico-mecânica entre o motor e as rodas. O motor a gasolina existe apenas para recarregar a bateria.

Isso resulta numa experiência de direção mais indicativa de um carro elétrico, com aceleração mais suave e potente. Normalmente há menos vibração quando o motor a gasolina é acionado. No entanto, esse ligação nem sempre acontece em conjunto com o que seu pé direito está fazendo, então o motor pode estar acelerando enquanto o carro está circulando numa velocidade constante. O BMW i3 com extensor de alcance é um exemplo de híbrido de série.

Plug-In Hybrid

Um híbrido plug-in aprimora o conceito híbrido convencional com uma bateria muito maior que, como a de um carro elétrico, deve ser totalmente recarregada usando uma fonte de eletricidade externa - de casa, escritório ou estação de carregamento pública. 

Esta maior quantidade de armazenamento de energia é como um tanque de gás maior: permite uma direção totalmente elétrica prolongada e pode reduzir significativamente o consumo de combustível. Na verdade, se tiver um trajeto curto e recarregar todas as noites, o este tipo de carro hibrido vai funcionar com eletricidade na maior parte do tempo. 

Se entretanto o alcance totalmente elétrico acabar, o carro basicamente voltará a ser um híbrido paralelo convencional. O híbrido plug-in Chrysler Pacifica é um exemplo de um híbrido plug-in.

Variações sobre os carros híbridos

Vinte anos de desenvolvimento de carros híbridos estão a tornar cada vez  mais complicado responder "o que é um híbrido?" 

O novo design híbrido da Honda, por exemplo, não se encaixa perfeitamente nos híbridos da série ou na paralela. Nesse projeto, o motor gira um gerador na maioria das vezes, como um híbrido em série, mas, noutras ocasiões, o motor também pode acionar diretamente as rodas, como um híbrido paralelo. 

Depois, há os chamados híbridos de estrada, como os híbridos plug-in da Volvo que usam um motor de tração dianteira bastante convencional e transmissão combinada com um eixo traseiro elétrico. Os carros Acura NSX, BMW i8 e Porsche 918 Spyder são semelhantes, exceto que seus eixos elétricos estão na frente.

Híbridos moderados

Todos os tipos de hibridos mencionados acima são considerados "híbridos completos", o que significa que o motor elétrico é capaz de mover o carro sozinho, mesmo que seja por uma curta distância. 

Num híbrido "moderado", não pode. Assim como num híbrido completo, o motor elétrico de um híbrido moderado está lá para auxiliar o motor a gasolina com o propósito de melhorar a economia de combustível, aumentar o desempenho ou ambos. Também serve de arranque para o sistema start-stop automático, que desliga o motor quando o carro pára para poupar combustível.

carros usados hibridos

Carros usados híbridos

Hoje em dia já é possível encontrar várias opções de carros usados para vários preços no mercado, sejam híbridos, eletricos a gasóleo ou a gasolina. Sejam em stands de automóveis ou mesmo nos concessionários.

A melhor opção para comprar carros híbridos usados será em stands de automóveis que comercializam este tipo de veículos, uma vez que os veículos são analisados pelos mecánicos e são devidamente colocados à disposição do cliente final com garantia automóvel.

Na Só Barroso vai encontrar várias opções de carros híbridos usados.

 

Quais são os benefícios de um carro híbrido?

Dirigir um híbrido é semelhante a dirigir um carro automático convencional, e como tal há pouco comprometimento no desempenho.

A maioria dos híbridos fortes também terá uma escolha de modos de potência, variando de eco a potência, permitindo ao condutor escolher o máximo de eficiência ou desempenho dependendo das condições de direção.

A ansiedade de alcance não é um problema e não precisa de um ponto de carregamento porque os híbridos carregam as suas próprias baterias.

Embora os benefícios fiscais da propriedade de híbridos não sejam tão grandes quanto costumavam ser, as empresas ainda pagam menos imposto de aquisição do que um condutor particular.

Saiba aqui quais são as vantagens e desvantagem dos carros híbridos.


Quanto tempo dura uma bateria de carro híbrido?

As baterias de automóveis híbridos são constituídas por um grupo de células individuais e, como qualquer outra bateria, têm uma vida útil e acabam por perder energia. 

Felizmente, todos os carros híbridos vêm com uma garantia de bateria híbrida de 8 a 10 anos e até 100.000 quilómetros. No entanto, vimos muitas baterias de carros híbridos durarem mais de 100.000 mas existem muitos compradores a comprovarem que as baterias podem durar até os 200.000 quilómetros.

 

A manutenção dos carros híbridos é cara?

Um carro híbrido não é mais caro de manter do que qualquer outro veículo. 
Os motores híbridos também precisam de trocas regulares de óleo como qualquer outro carro de combustão, mas a bateria híbrida e o sistema não precisam de qualquer outro serviço especial.

 

Os carros híbridos são mais baratos?

Isso depende muito de como vai usar o carro.

Um dos principais benefícios de um carro híbrido é a maior economia de combustível, com os híbridos usando até 30% menos combustível por quilómetro do que os veículos convencionais movidos a combustível, o que significa que será capaz de economizar dinheiro em custos de combustível.

Se morar em cidade, acaba por ter tem acesso regular a posto de recarga e a maioria das distâncias entre eles é reduzida.

No entanto, esteja ciente de que, quando suas baterias ficam sem eletricidade em viagens mais longas, os PHEVs transformam-se essencialmente em carros a gasolina e acabam por apresentar baixa eficiência de combustível.

Isso significa que se passa muito tempo na estrada, principalmente conduzindo em altas velocidades, um híbrido ate pode não ser a escolha mais acertada para si.

Está indeciso entre carro a gasolina ou gasóleo? Saiba como decidir aqui.

 

Devo comprar um carro híbrido?

Um carro híbrido será adequado para se fizer a maior parte dos seus quilómetros dentro de cidade, porque terá o máximo de benefícios conduzindo apenas com energia elétrica.

Se faz viagens curtas frequentes e não precisa da flexibilidade extra de um híbrido, um carro elétrico pode até ser a melhor solução.

 

Artigos Relacionados:

12 de outubro de 2020
Newsletter